Apoio Tecnológico

O processo de apoio tecnológico consiste na alocação de profissionais especializados em tecnologia, que possam trazer inovação e sustentação ao ambiente tecnológico de sua organização, sem a necessidade de sobrecarregar sua folha de pagamento.

 

Manter um profissional de tecnologia especializado em sua organização pode ser “pesado”, além de não haver demanda que justifique essa contratação. Pensando nesse cenário, criamos um setor de terceirização de administração de tecnologia da informação.

O que podemos lhe entregar?

 

  • Otimização do ROI: onde sua organização terá o melhor custo/benefício e contará com profissionais especializados em tecnologia;

 

  • Melhor organização dos atendimentos: utilizamos um sistema informatizado de controle de chamados técnicos, para registro, acompanhamento e solução de todas as necessidades dos usuários da organização;

 

  • Know-how de especialistas: conte com o conhecimento de profissionais extremamente competentes, para desmistificar a tecnologia empregada em sua empresa e indicar melhorias significativas do ambiente;

 

  • Consultoria para expansão: nossos profissionais podem lhe apoiar em projetos de expansão da organização, fusão ou aquisição de outras empresas, integração entre matriz e filiais, entre outras demandas que necessitem de tecnologia.

 

 

Pessoas brilhantes, resultados extraordinários.

icon-1

COMO A CÂMARA LEAL PODE ME AJUDAR?

1- Redução de custos

Ter uma equipe de TI é essencial, mas o custo de uma equipe própria nem sempre é viável. A verdade é que apenas um assistente não dá conta do recado e, para ter uma equipe com gerentes e especialistas, é necessário investir em bons salários. Além dos custos com folha de pagamento, encargos trabalhistas e afins, ainda é preciso ter conhecimento para efetuar as contratações e manter esses funcionários na equipe.

A terceirização  de Ti apresenta um custo muito mais acessível, uma vez que a contratação, pagamentos e encargos ficam sob responsabilidade da empresa contratada.

O cliente preocupa-se apenas com a execução do serviço, e o trabalho funciona como se a equipe fosse própria.

icon-2

2- Controle dos serviços

Uma empresa especialista em terceirização de TI, como a Câmara Leal, apresenta relatórios frequentes dos serviços executados, dos desempenhos e do estado dos equipamentos (redes, hardware, software, telefonia), o que permite que os gestores e responsáveis da empresa do cliente tenham um controle que nem sempre é apresentado por funcionários próprios. O comprometimento dos profissionais é o mesmo, com participações em reuniões, sugestões de melhorias. De fato, o profissional veste a camisa!

icon-3

3- Retorno do investimento

Além de reduzir custos e preocupações com contratações, a terceirização de TI apresenta retorno do investimento realizado no longo prazo. Um dos papéis desempenhados por uma equipe de TI terceirizada é avaliar constantemente o desempenho e o consumo dos equipamentos para sugerir melhorias e aquisições que ajudam a empresa a obter economia de consumo e aumento de produtividade que resultam em crescimento e rentabilidade para o negócio.

icon-4

4- Know-how de especialistas

Uma empresa possui diferentes tecnologias e sistemas, de diferentes marcas e fabricantes, que necessitam diferentes conhecimentos. Ter um especialista para casa segmento da TI é inviável para uma empresa, mas é possível obter uma retaguarda de especialistas em múltiplas plataformas através da terceirização de TI. Além do know-how em diferentes tecnologias, uma empresa como a Câmara Leal tem o compromisso de capacitar e reciclar os conhecimentos da equipe constantemente, o que aumentaria bruscamente os custos para uma empresa caso a equipe fosse própria.

icon-5

5- Garantia de qualidade

A terceirização de TI engloba o gerenciamento de diversos serviços vitais para o negócio, como e-mails, sistemas operacionais, backups, contingência, segurança de dados, entre outros. Ao garantir o funcionamento e continuidade desses serviços, a empresa que terceiriza a TI garante um SLA para re-estabelecimento da operação, em caso de falhas, dentro de um determinado prazo – compromisso esse nem sempre assegurado por uma equipe de TI própria.